segunda-feira, 10 de junho de 2019

Orquídeas da Arrábida (época 2019) : (12) - Abelhão (Ophrys speculum subsp. lusitanica)



Abelhão (Ophrys speculum subsp. lusitanica O.Danesch & E.Danesch)
[Local e data do avistamento: Serra de S. Luís (Arrábida); 9 - Abril - 2019]
(Clicando nas imagens, amplia)

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Orquídeas da Arrábida (época 2019) : (11) Limodorum trabutianum







Limodorum trabutianum Batt.
Planta da família Orchidaceae, desprovida de clorofila e, por isso, obrigatoriamente parasita (tipo biológico: epífito).
Indiscutivelmente muito semelhante, no hábito, ao seu congénere Limodorum abortivum, é, no entanto, muito fácil distinguir um do outro. Para tanto basta que se atente no comprimento do esporão: o do L. trabutianum não excederá 4 mm, enquanto que o do L. abortivum, muito maior, pode sextuplicar o comprimento daquele.
Distribuição: Oeste da Região Mediterrânica e Sudoeste da Europa.
Em Portugal está confinado ao território do Continente e com ocorrência apenas no Alto e Baixo Alentejo, Estremadura, Ribatejo, Beira Litoral e Trás-os-Montes.
Ecologia/habitat: orlas e clareiras de bosques e de matagais, em terrenos arenosos ou pedregosos, em substratos de natureza calcária, xistosa ou arenítica, a altitudes até 1050m.
Floração: de Abril a Junho.
(Local e data: Serra da Arrábida; 10 - Maio - 2019)

sexta-feira, 10 de maio de 2019

Cebolinho-de-flor-branca (Ornithogalum narbonense)





Cebolinho-de-flor-branca (Ornithogalum narbonense L.)
Erva perene, bulbosa  (tipo biológico: geófito) da família Asparagaceae.
Distribuição: Sul da Europa; Norte de África; Sudoeste da Ásia e Macaronésia (Canárias). Em Portugal ocorre apenas no Continente, não cobrindo sequer todo o território, pois, nomeadamente, não está presente, nem nas Beiras (Alta e Baixa), nem no Minho e Douro Litoral.
Ecologia/habitat: Prados, campos de cereais, outros terrenos agrícolas cultivados e incultos, baldios, bermas de estradas e caminhos, em solos de qualquer natureza, a altitudes até 1500m.
Floração: de Abril a Julho.
[Local e data: Serra do Louro (Arrábida); 27 - Abril - 2019]

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Linaria aeruginea subsp. aeruginea






Linaria aeruginea subsp. aeruginea
Erva perene, glauca, peloso-glandulosa na inflorescência; caules férteis decumbentes ou erecto-ascendentes, com 6 a 70 cm, simples ou ramificados; os estéreis decumbentes ou erectos; folhas aproximadamente lineares; inflorescência com 3 a 34 flores, densa durante a floração, mas menos na frutificação; flores com corola bilabiada, simétrica, de cor variada (amarela, avermelhada ou púrpura) mais ou menos carregada; cápsula globosa ou ovoide-subglobosa, glabra, mas com pêlos glandulíferos no ápice. 
Tipo biológico: caméfito;
Família: Plantaginaceae;
Distribuição: Planta endémica da Península Ibérica, sendo rara no Norte Peninsular e encontrando-se confinada em território português a Trás-os-Montes, Beira Alta e Estremadura.
Ecologia/habitat: terrenos rochosos e/ou pedregosos de natureza calcária, a altitudes até 2200m. 
Floração: de Fevereiro a Julho.
(Local e data do avistamento: Serra da Arrábida; 23 - Março - 2019)
(Clicando nas imagens, amplia)

terça-feira, 23 de abril de 2019

Pinheiro-de-Alepo (Pinus halepensis)









Pinheiro-de-Alepo (Pinus halepensis Miller)

O Pinheiro-de-Alepo, também conhecido pela designação vulgar de Pinheiro-francês, é uma árvore originária da região mediterrânica. A sua distribuição em Portugal é muito mais restrita do que a do Pinheiro-bravo e do que a do Pinheiro-manso, existindo, no entanto, alguns povoamentos de pinheiro desta espécie sobretudo em zonas próximas do litoral, como acontece no caso da Serra da Arrábida. 
Esta espécie distingue-se facilmente das duas outras, não só porque apresenta uma copa bem mais irregular, mas também porque as pinhas são, em regra, muito mais numerosas e de menor tamanho e as folhas (agulhas) têm um comprimento inferior ao das folhas dos dois outros referidos pinheiros.
Tipo biológico: Fanerófito.
Família: Pinaceae.
[Lugar e data: Serra do Risco (Arrábida); 6 - Fevereiro - 2019]

quarta-feira, 17 de abril de 2019

terça-feira, 16 de abril de 2019

Colher-de-pastor (Rhaponticum coniferum)








 Colher-do-pastor [Rhaponticum coniferum (L.) Greuter *]
Erva rizomatosa, perene, verde-acinzentada, revestida com tomento branco; com caules erectos, simples ou ramificados que, raramente ultrapassam 30 cm de altura; flores agrupadas em capítulos ovoides ou globosos, com invólucro semelhante a uma pinha formado por brácteas coriáceas dispostas em 10 a 15 séries.
Tipo biológico: hemicriptófito;
Família: Asteraceae (Compositae);
Distribuição: Região Mediterrânica Ocidental.
Em Portugal ocorre apenas no território do Continente distribuindo-se desde o Algarve até Trás-os-Montes, mas de forma descontínua, pois, aparentemente, está ausente quer da Beira Alta e da Beira Baixa, quer do Minho e do Douro Litoral. 
Ecologia/habitat: orla e clareiras de matos, em terrenos secos e pedregosos de natureza calcária.
Floração: de Abril a Julho.
*Sinonímia: Centaurea conifera L. (Basónimo): Centaurea pitycephala Brot.; Leuzea conifera (L.) DC.
[Local e data do avistamento: Arrábida; 13/16 - Abril - 2019]
(Clicando nas imagens, amplia)

terça-feira, 9 de abril de 2019

Orquídeas da Arrábida (época 2019) : (7) - Satirião-macho (Orchis mascula)

 


 

Satirião-macho (Orchis mascula L.) 
Erva vivaz (tipo fisionómico: geófito), tuberosa (com dois tubérculos) cuja haste floral, lisa e glabra, pode elevar-se até 60cm, embora geralmente se quede por dimensões mais modestas (entre 16 a 40 cm); com folhas basais com ou sem manchas, e caulinares longamente invaginantes; inflorescência com 6 a 46 flores sésseis, cujo labelo (rosado ou violáceo, tal como as tépalas laterais, mas com a zona central esbranquiçada, com pequenas manchas violáceas, em número variável) se encontra dividido em três lóbulos, o central, por vezes, crenado e outras vezes dividido em dois lóbulos secundários, tendo como característica diferenciadora de outras espécies do mesmo género, em particular, da O. langei o facto de ser "longitudinalmente plano".
Tipo biológico: geófito;
Família: Orchidaceae;
Distribui-se por grande parte da Europa (desde a Península Ibérica até à Rússia); Noroeste de África (de Marrocos até à Tunísia); e Ásia (Cáucaso, Turquia e Irão). Em Portugal há registos da sua ocorrência em todo o território do Continente, desde o Algarve até ao Minho e Trás-os-Montes.
Habitat: Prados, clareiras de matos e bosques. Indiferente ao substrato. 
Floração: de Março a Agosto.
(Local e data: Serra da Arrábida; 23 - Março - 2019).