segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Charuteira (Nicotiana glauca)






Charuteira (Nicotiana glauca Graham) 
Arbusto da família Solanaceae, também designado em vernáculo pelos nomes de Charuto-do-rei, Tabaco-arbóreo e Tabaco-bravo. Originário da América do Sul (Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai) encontra-se naturalizado em toda a América e também nalgumas regiões da Europa, onde terá sido introduzido para fins ornamentais. É uma planta de rápido crescimento que chega a atingir vários metros de altura e se desenvolve em terrenos incultos, ou abandonados, em zonas com remoção de terras, entulheiras e à beira de caminhos. Nalgumas regiões, graças ao seu rápido desenvolvimento, é considerada como planta invasora.


(Local e data: Sesimbra- Serra da Arrábida; 27- Setembro-2014)

4 comentários:

  1. ~ O que uma reserva natural pode conter! Incrível!

    ResponderEliminar
  2. Parece realmente incrível, Majo, mas a introdução e o desenvolvimento de plantas exóticas, mesmo em reservas naturais não é um facto raro. Na Arrábida, são várias as plantas nessas condições e algumas com características de plantas invasoras, característica que a "Charuteira" não tem em Portugal. Dentre as invasoras destacaria a "Oxalis pes-caprae" (Trevo-azedo ou Erva-canária) e o "Carpobrotus edulis" (Chorão-das-praias) (que são verdadeiras pragas afectandocgrande parte do território do Continente, Arrábia incluída).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ~ Grata pela explicação, Francisco. ~

      Eliminar
    2. Não tem de quê, Majo. Não era, aliás, minha intenção explicar-lhe o que quer que fosse, pois a Majo, sob vários aspectos, tem sobre plantas conhecimentos bem mais vastos que os meus.

      Eliminar